Quando é a hora certa de castrar seu cachorro?

A castração de cães e a esterilização em cadelas envolve uma série de consequências que é importante conhecer. Existem também falsos mitos que se espalharam sobre esse procedimento.

Por isso, uma das perguntas mais frequentes feitas ao veterinário, após a compra de um cachorrinho, é: “quando devo castrar o meu cachorro?”

Sabemos que muitos donos ficam com medo desse procedimento e acabam não enxergando os benefícios que a castração pode trazer ao seu bichinho.

É por isso que resolvemos fazer esse artigo. Hoje vamos falar sobre alguns pontos importantes, que te ajudem a tomar essa decisão!

Sobre castrar macho e esterilizar fêmea

A esterilização de uma cadela é, certamente, mais difundida do que a castração de cachorro. Isso porque as fêmeas correm o risco de engravidar e produzir muitos filhotes.

Antes de tudo, é bom deixar claro que há muita diferença entre castrar o cão antes ou depois de sua maturidade sexual.

Em geral, para a cadela, é muito fácil reconhecer quando atinge a maturidade sexual, porque ocorre a primeira menstruação. 

De qualquer forma, sem entrar nas especificidades das diferentes raças, é útil saber que antes dos 6 meses ainda não há ondas pré-ovulatórias.

Isso quer dizer que ainda não há tentativas de acasalar, que aumentam de intensidade até para liberar a ovulação quando um desses acoplamentos for bem-sucedido.

No cão macho, é um pouco mais complicado definir quando alcançou a maturidade sexual. Isso porque não podemos ver quando produz esperma fértil.

No entanto, há alguns comportamentos secundários que podem mostrar isso. Por exemplo: marcar o território com a urina também em casa e montar as cachorrinhas. Essa fase começa entre 6 e 9 meses de idade.

Esterilização de cadela: quando fazer a cirurgia?

É importante lembrar que a esterilização da cadela não deve ser feita muito cedo, pois pode comprometer seu desenvolvimento e retardar seu crescimento. 

Neste caso, indica-se sempre conversar com o veterinário para tirar as dúvidas. Mas, geralmente, o melhor momento para realizar a operação é entre 6 e 9 meses de idade.

É indicado porque o cãozinho está suficientemente crescido e, ao mesmo tempo, diminui o risco de desenvolver doenças para os ovários.

Mas também encontramos opiniões conflitantes entre os veterinários sobre o assunto. Alguns aconselham a prosseguir primeiro, outros a esperar mais alguns meses. 

Em caso de dúvida, consulte um veterinário de sua confiança.

É verdade que o risco de desenvolver patologias aumenta, mas é igualmente verdade que a esterilização excessivamente precoce pode realmente causar muitos problemas. 

Lembre-se que é sempre uma operação irreversível: você não poderá voltar depois que tiver feito.

As vantagens de esterilizar a fêmea

  • A ausência de calor; 
  • Ausência de gravidez;
  • Prevenção de tumores uterinos; 
  • Menor risco de piometra (infecção uterina);
  • Início reduzido de alguns cânceres da glândula mamária (os menos agressivos);
  • Maior expectativa de vida;
  • Evita o acasalamento e cãezinhos indesejados, diminuindo também o número de filhotinhos abandonados;
  • Evita que a cadela fique no cio e use anticoncepcionais.

Os seguintes pontos estão incluídos entre as desvantagens:

  • Possível incontinência urinária dependente de estrogênio;
  • Distúrbios comportamentais se realizados na idade pré-puberdade;
  • Possível tendência a aumentar o peso em indivíduos que realizam atividade física reduzida e vida sedentária;
  • Não impede o aparecimento de tumores mamários mais agressivos.

Por que esterilizar um cão macho?

Entre as vantagens da castração de cães machos estão o controle da superpopulação e a prevenção da hipertrofia prostática benigna e cistos prostáticos. 

Há também benefícios significativos em termos de prostatite, tumores testiculares e tumores da glândula anal.

Alguns autores apontam que, com a castração, alguns comportamentos irritantes são reduzidos, como: o hábito de vagar (causado pelo recall de cadelas no cio), a marcação do território com a urina, o hábito de montar no dono ou em vários objetos etc.

Como é feita a castração nos machos?

A castração do cão macho (ou orquiectomia ) é uma intervenção definitiva não invasiva e relativamente simples, que consiste na remoção dos testículos.

Geralmente, é recomendável realizá-lo quando o filhote tiver 8 a 9 meses de idade.

As vantagens da castração de cães são diferentes das cadelas. Confira:

  • Os cães não adoecem por doenças sexualmente transmissíveis;
  • As agressões entre cães machos que ocorrem durante o acasalamento (para a conquista da fêmea) são reduzidas;
  • Prevenção de tumores testiculares;
  • Alguns cães se tornam mais dóceis e mais dispostos a socializar.

Entre as desvantagens são as seguintes:

  • A castração cirúrgica é uma intervenção em todos os aspectos, com todos os riscos associados ao procedimento;
  • Se o sujeito é dominante, a castração não o torna mais gentil, mas para obter resultados nesse sentido, recomendamos um caminho comportamental adequado por pessoal especializado;
  • Isso pode causar uma certa tendência a ganhar peso.

Como ocorre a operação de esterilização de um cachorro?

Para os veterinários, a castração de cachorro é um procedimento de rotina.

Você sabe quais são as etapas desta operação? Vamos falar um pouco então como funciona para você não ficar em dúvida sobre este procedimento.

1 – Após a conclusão de todos os exames preliminares , o veterinário marcará uma data para a operação;

2 – Como as pessoas, os cães devem estar em jejum para anestesia geral. Você deve parar de oferecer comida cerca de doze horas antes da intervenção;

3 – Antes da consulta, leve seu melhor amigo para passear para que ele possa fazer suas necessidades;

4 – É necessário verificar se o cão está em boas condições para ser anestesiado;

5 – Após ser sedado por uma injeção intravenosa, uma infusão é colocada e conectada a um monitor de anestesia;

6 – Além disso, um tubo é colocado para ser conectado à máquina de gás anestésica e ao fornecedor de oxigênio;

7 – Após o cão estar preparado para a operação, o pelo é removido da área a ser operada, é desinfetado e coberto com panos esterilizados.

E aí, já sabe tudo o que precisa para castrar o seu cãozinho?

Não se esqueça que os cuidados pós-operatório também são muito importantes e não devem ser deixados de lado. 

Em caso de dúvida, não deixe de procurar o médico veterinário. Castrar seu cachorro é uma decisão pessoal e impacta no comportamento do cachorro.

Confira outras postagens como essa em nosso blog e saiba como cuidar melhor do seu animal de estimação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em Contato