Obesidade em gatos: como fazer com que ele não sofra desse mal?

CEV-BRASILIA-CLINICA-VETERINARIA-BRASILIA-CLINICA-001-blog-obesidade-em-gatos

Você ainda acha fofo que o seu animalzinho fique deitado, cheio de gordurinhas? Bom, a má notícia é que a obesidade em gatos é mais comum do que parece e pode prejudicar muito o seu pet.

A obesidade em gatos é um excesso na gordura do corpo do seu pet, que acontece com a desordem nutricional.

O pior lado da obesidade em gatos é que isso acaba gerando efeitos negativos que impactam diretamente na longevidade e qualidade de vida.

De acordo com o estudo da USP, de 20 a 40% dos animais sofrem com a obesidade. Falamos sobre isso também no nosso outro artigo.

A incidência da obesidade em gatos está cada vez maior e os números aumentam se os felinos estiverem em áreas urbanas.

Isso tudo acontece por causa do desequilíbrio na alimentação e consumo de energia do felino. Quer saber mais do assunto? Continue lendo até o final!

Como descobrir a obesidade em gatos?

Se formos considerar os termos técnicos, a obesidade em gatos acontece quando a massa corporal dele está 15% a 30% acima do peso que é esperado. 

O peso ideal depende muito da raça e do tamanho; para saber sobre isso, consulte um veterinário.

Mas isso significa que você vai ter que ficar pesando o seu pet sempre? Bom, existe um jeito mais simples de também identificar a obesidade em gatos…

Toque a região das costelas; caso não seja possível senti-las, está na hora de se preocupar com o excesso de peso do animal.

Se você ainda não está acostumado com o assunto e precisa de ajuda, é só entrar em contato e marcar uma consulta.

Programa para perda de peso

Assim como acontece com os seres humanos, a obesidade em gatos acontece por falta de exercício e alimentação irregular.

Após algumas cirurgias, é bem comum também que o felino ganhe peso, já que ele fica menos ativo.

Geralmente, o excesso de peso dos gatos também pode ser uma patologia e, por isso, deve ser acompanhado por um veterinário.

Assim, o especialista vai avaliar as gorduras sobre as costelas e na base da cauda, o perîmetro abdominal, o peso e a gordura subcutânea do abdômen.

Com todo esse histórico alimentar, ambiental e social, o veterinário consegue diagnosticar a doença e iniciar um programa para perda de peso sem prejudicar a saúde do felino.

Obesidade em gatos: combata com exercícios e dietas

Uma dica na dieta para obesidade em gatos é: não reduza a quantidade da porção do alimento de hábito do felino.

Isso porque, se você reduzir a porção, o fornecimento dos nutrientes também diminui, provocando déficit de nutrição.

Escolha as rações com baixo teor energético, porque elas são essenciais na perda de peso do felino sem diminuir os nutrientes necessários para a qualidade de vida do bichano.

Além disso, é importante fazer exercícios com o gato. Okay, sabemos que nem sempre é tão fácil quanto com um cãozinho, mas é totalmente possível.

Para combater a obesidade em gatos por meio de exercícios, você vai ter que motivá-lo.

Coloque, por exemplo, uma ração dentro da bola de alimentação para ele brincar e liberar o alimento.

Você pode também usar escadas, dividindo a alimentação dele e colocando pequenas porções em cada extremo da escada para que ele se exercite enquanto se alimenta.

Uma outra ideia é usar brinquedos que possam simular as presas, estimulando o instinto de caça do animal.

Pronto para ter uma vida mais saudável com o seu gato?

Não se esqueça de alimentar o seu felino na porção e horário certos. Além disso, aproveite e se exercite junto com o gatinho – vai fazer muito bem a vocês dois.

Ainda precisa de ajuda com a obesidade em gatos e não sabe mais o que fazer para que o seu bichinho se mexa? É só falar com os nossos especialistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em Contato